segunda-feira, 19 de abril de 2010

Meteoro risca o céu e explode no meio-oeste americano



Uma grande bola de fogo vinda do espaço cruzou o céu de pelo menos cinco estados americanos e em seguida explodiu na alta atmosfera produzindo um forte clarão. O evento ocorreu na noite de quinta-feira e foi testemunhado por milhares de pessoas, além de ter sido detectado por diversos radares meteorológicos dos EUA.



Como não havia qualquer informação sobre reentrada de satélites ou lixo espacial, é possível que o bólido seja proveniente do espaço e tenha penetrado a atmosfera terrestre a mais de 40 mil quilômetros por hora. Considerando-se eventos anteriores, o clarão parece ter sido provocado por um objeto de grandes proporções, de aproximadamente 1 metro de comprimento com 1 tonelada de peso.

Não se sabe exatamente a origem do meteoroide, mas existe a possibilidade do bólido ser um fragmento da chuva de meteoros Gamma Virgem, que vai de 14 a 21 de abril, com pico entre quarta-feira e quinta-feira passadas, mas essa é apenas uma das hipóteses levantadas.
Além das testemunhas oculares, o bólido também foi registrado pelo radar Doppler do NWS, o Serviço Meteorológico dos EUA, que detectou a trilha de fumaça deixada pela fulgurante passagem na atmosfera. Observadores em Minnessota reportaram que o evento foi acompanhado por um estrondo similar ao produzido por aviões quando quebram a barreira do som e fez balançar casas, janelas e vários outros objetos.
Fonte: Apollo11

Eyjafjallajökull: Conheça o vulcão que colocou em xeque a Europa

Nos últimos dias, o mundo testemunhou com perplexidade os gigantescos transtornos causados por um vulcão praticamente desconhecido, localizado na distante Islândia. Desde o século 19 o vulcão estava adormecido, mas no dia 21 de março de 2010 rompeu o silêncio e provocou a maior explosão piroclástica da Islândia dos últimos 200 anos, mergulhando a Europa em um gigantesco caos aéreo sem precedentes.



Localizado no sul da Islândia, o glaciar Eyjafjallajökull (pronuncia-se "Eia fiatlai ohut") é um estratovulcão de 1660 metros de altitude e a última vez que entrou em erupção foi no ano de 1821 e manteve-se altamente ativo até 1823, após duas erupções ocorridas em 920 e 1612.
Seu domo de gelo cobre uma cratera de aproximadamente 2.5 km de diâmetro e durante a erupção de 1821 causou uma severa inundação ao romper um lago glacial. A explosão de março de 2010 forçou a evacuação de 500 pessoas da região, mas foi a erupção de 14 de abril - 20 vezes mais poderosa - que causou o blecaute aéreo em todo o norte da Europa, ao lançar sobre o continente milhões de toneladas de poeira que ameaça se propagar por todo o continente.

Fonte: Apollo 11

domingo, 18 de abril de 2010

Erupção na Islândia não vai fazer a Terra esfriar ! (entenda)

Será ?

Quando a grande nuvem cinza do vulcão da Islândia apareceu no céu europeu, os cientistas se perguntaram se ela poderia trazer alívio para o aquecimento global. No passado, grandes erupções vulcânicas rebaixaram a temperatura média da Terra, mas a recente atividade vulcânica parece pequena para ter um efeito significativo sobre o clima.

O resfriamento se produz de maneira simples: o vulcão libera grande quantidade de cinzas e dióxido de enxofre, que são transportados para a estratosfera, camada acima da superfície. Lá, os fenômenos físico-químicos criam uma fina camada de partículas esbranquiçadas que, durante meses ou anos, circundam o planeta e refletem parte dos raios solares, impedindo que a radiação atinja o solo. “Basicamente, é como colocar um escudo refletor sobre o para-brisa do carro, impedindo que o interior se aqueça demais”, compara Colin Macpherson, da Universidade Durham.

A erupção do Eyjafjallajokull pode não ter produzido enxofre suficiente, e nuvem, expelida se desloca a uma altitude baixa demais para ter qualquer impacto climático. “A nuvem está, em média, a 6 mil metros, com picos de 11 mil metros. Além disso, essa é uma parte da atmosfera (a troposfera) onde há ventos potentes, que têm grande efeito dissipador”, explicou Emmanuel Bocrie, do serviço climático francês Méteo France.

A última vez em que um vulcão teve capacidade de alterar o clima global foi em 1991, quando o Monte Pinatubo entrou em erupção nas Filipinas, resfriando em 0,5 grau a temperatura média do planeta no ano seguinte. Outro episódio semelhante foi registrado em 1980, quando o Monte Santa Helena, no estado americano de Washington, teve seu topo pulverizado, um evento que, embora tenha sido impressionante, expeliu apenas um décimo do material liberado pelo Pinatubo.

Fonte: Correio Brasilienze

Cinzas do Eyjafiallajokull se espalham e 17 mil voos são cancelados na Europa


Milhões de pessoas foram afetadas pela enorme nuvem de cinzas lançada pelo vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia. Por enquanto, não há previsão de melhora na visibilidade, muito menos de calma no vulcão. Quase 17 mil voos foram cancelados ontem no espaço aéreo da Europa, dificultando a viagem de autoridades para acompanhar o enterro do presidente (1) polonês, Lech Kaczynski. Aeroportos da França, Alemanha, Dinamarca e do Reino Unido continuaram fechados, e o problema pode chegar até países como Itália, Espanha, Turquia e Grécia. Os ventos, segundos os metereologistas, começam a levar a massa cinzenta para o sul e o leste do continente.

Para o pesquisador da Universidade do Texas Jay Miller, que há 25 anos estuda os vulcões da Islândia, a atividade do Eyjafjallajokull pode aumentar nos próximos dias e, além de diminuir a visibilidade, a nuvem pode ser extremamente perigosa para os aviões. “O magma do vulcão tem por volta de 1.200 graus, e quando atinge a água, que é extremamente fria na região, produz uma cinza fina que tem pequenos pedaços de vidro, e eles podem facilmente entupir os motores dos jatos. Quem inalar as cinzas pode ter o pulmão literalmente cortado”, advertiu o especialista, por meio da assessoria de imprensa da universidade.

Segundo Miller, os vulcões da Islândia costumam a entrar em atividade a cada cinco anos, em média, mas sempre de forma moderada. Erupções fortes como essa foram registradas em 934 a. C e em 1783. “Benjamin Franklin foi embaixador na França nessa época e testemunhou as nuvens de cinzas que cobriam a Europa, ele chegou a escrever que tinha sido um ano em que não houve verão. A grande questão, agora, é saber o que vai acontecer. É bem provável que a atividade possa durar muito tempo, mas ninguém pode ter certeza disso. Vulcões nessa parte do mundo são mais difíceis de desvendar”, completou o pesquisador americano.

Fonte: Correio Braziliense

sábado, 10 de abril de 2010

Profecias de são malaquias

O profeta:

O homem que se tornou são Malaquias nasceu no ano de 1094, em Armagh, na Irlanda. Seu nome de batismo era Maelmhaedhoc O'Morgan; que depois foi latinizado para Malaquias. Estava ainda em plena adolescência quando se tornou o Ábade de Armagh. Todos os que o conheciam ficavam surpreendidos pela sua devoção a Deus e pela sua forte presença. Ele era alto, grande, magro e luminoso; mas, o mais importante - ele era sábio além de seus anos. Isso estava claro.

Em 1119 ele foi ordenado padre. Mas só em sua primeira viajem a Roma, aos 45 anos (em 1139), que suas visões começaram.

Continuação das profecias de São malaquias

No princípio, São Malaquias ficou muito atormentado pelas imagens que via. Sua maior preocupação foi a visão da destruição da Santa Igreja. Ele rezou e se fortaleceu, sem nunca ter questionado o testamento de Deus. Foi-lhe dito que não revelasse o conteúdo de suas visões abertamente. Ao invés, ele escreveu lemas curtos ou sátiras que descreviam cada Papa, até o último deles, de forma que eles serviriam como um esboço do tempo até o fim desta Era.

Os papas:
DE LA PESSOA ENFADONHA SOLIS
O Trabalho do Sol


Karol Jozef Wojtyla John Paul II
(1978 - presente)

O papa João Paulo II é o primeiro papa polonês. Por causa disto, uma interpretação popular do lema dele é correspondido a Copérnicus ter vivido em Krachow e ter ele entendido os movimentos do Sol. É também de opinião popular que o lema dele decorre a sendo ele um dos únicos papas que já teve que trabalhar fisicamente.

Labor, em latim (segundo o livro Lexikon - de Porcellini), significa antes de mais nada, "uma queda de forças" de quem atua. Isto dá sentido a duas interpretações:
- a primeira é que o país de origem de João Paulo II é de clima muito frio, com um "sol muito fraco" ou "sem forças", onde as temperaturas podem chegar a 30 graus negativos;
- a segunda teria relação com o grave incidente que teve lugar em 13 de maio de 1981, quando o pontífice foi vítima de um atentado, provocando um "desfalecimento" e "queda de forças", tanto na pessoa de João Paulo II como em nível eclesiástico.

A questão é: devemos considerar uma "queda de formas" da figura de J. Paulo somente, ou da Igreja como instituição? Se levarmos em conta o conservadorismo quase medieval de J. Paulo II, os escândalos financeiros de poucos anos atrás do Banco do Vaticano e o "cisma" provocado pela chamada "Teoria da Libertação", teremos em mãos exemplos definitivos da deteriorização da imagem da Igreja.

O que a profecia quer dizer? Talvez tenhamos que esperar até o fim deste papado.


GLORIA OLIVAE
Glória da Oliveira


Oliveira é o simbolo da ordem de são bento uma organização da igreja católica, o Atual papa bento XVI não é da ordem de São Bento, mais adotou o nome de BENTO XVI

Gloria da oliva pode ser uma referencia a revolução gloriosa que aconteceu no século XVII e foi motivada poor diversos acontecimentos no século XVI



IN PERSECUTIONE EXTREMA
Na Última Perseguição

Segundo este lema, este seria um tempo de uma dura perseguição à Igreja Católica. Que espécie de tribulações e sofrimentos se refere a profecia?


PETRUS ROMANUS
Pedro, o Romano

Com este último lema, os estudiosos não sabem a que ater-se. Seria este o fim da Igreja Católica, Apostólica e Romana? Ou seria este um aviso final de mudanças a vir; - uma reformulação do que seria hoje a Igreja Católica; - ou uma mudança de ciclo?

Os místicos e espiritualistas assim como as religiões orientais em peso concordam que estamos próximos a uma mudança de era - a Era de Aquário - e, segundo estes, esta "nova era" seria uma era de paz e harmonia.

O papado termina como começou, com Pedro, o Romano.
Como disse Edmund Burke: "A única coisa necessária para que o mal triunfe é os homens de bem não fazerem absolutamente nada."

domingo, 4 de abril de 2010

Acontecimentos atuais predizem fim da Igreja Catolica

Ultimamente a igreja católica vem sendo alvo de ataques sucessivos por causa das denuncias de pedofilia contra padres católicos de todo o mundo, um dos acontecimentos que segundo alguns profetas condiz com o fim dos tempos é a queda da igreja católica que está por vir nos próximos tempo de acordo com diversas profecias.